Laúndos & Amorim - Paróquia de Laúndos

Procurar
Go to content

Main menu:

Laúndos & Amorim

A Paróquia > Coros
 

Projecto cultural das paróquias de Amorim e Laúndos
Esta aventura pelo mundo da música começou no dia 13 de Abril de 2002 na paróquia de Amorim, com os Pequenos Cantores de Amorim. (
myspace.com/pequenoscantoresdeamorim)

Fruto de uma conversa entre o pároco, Padre Guilherme Peixoto e o Dr. Manuel Giesteira, depressa repararam que partilhavam o mesmo sonho, um coro de vozes brancas, uma música que elevasse a alma e sentidos até Deus e, ao mesmo tempo, uma maneira salutar de ajudar as crianças a crescer numa cultura onde se aprende a ouvir e a saber estar em grupo.

Este pequeno coro formado na altura por 30 crianças nunca imaginaria que iria dar início a um projecto cultural único.

Numa primeira fase os Pequenos Cantores de Amorim começaram com um ensaio semanal, depressa passaram a dois, com leitura de partituras e treino de colocação de voz. Com isto o projecto foi crescendo ao ponto de ser difícil a inclusão de novos elementos, dada a exigência do mesmo.

Assim sendo, criou-se o Coro Infantil de Amorim (www.myspace.com/coroinfantildeamorim) e, praticamente ao mesmo tempo, devido à mudança de voz de alguns dos elementos mais velhos, o Coro de Jovens de Amorim a 11 de Outubro de 2003.

Num primeiro período este coro congregou apenas jovens de Amorim sendo que, a 29 de Setembro de 2005, com a nomeação do pároco de Amorim para pároco de Laúndos, criou-se nesta paróquia um novo coro de jovens. Mas, tão depressa este começou, como se percebeu que os dois unidos teriam uma força bem maior, assim sendo, juntaram-se os jovens das duas paróquias num coro apenas, dando-lhe o nome de Amorim & Laúndos Ensemble.

Neste momento, para além dos elementos destas duas paróquias, este coro conta inclusivamente com elementos de outros concelhos.

Na mesma altura começa também a ganhar forma o Grupo de Sopros de Amorim (www.myspace.com/grupodesoprosdeamorim). A par de todos estes grupos, com a entrada para a universidade de alguns dos elementos mais velhos dos Pequenos Cantores de Amorim, criou-se um outro, o Coro de Câmara dos Pequenos Cantores de Amorim.

As despesas com a formação musical foram integralmente suportadas até Agosto de 2008 por Manuel Moreira Giesteira, natural de Aguçadoura, Póvoa de Varzim, e residente em S. Paulo no Brasil. Altura em que ficou gravemente doente, acabando por falecer a 7 de Julho de 2009. Alguém a quem estaremos eternamente gratos, sem o qual este projecto nunca teria existido. Estará para sempre no nosso coração e nas nossas orações. Como forma de o ter connosco, foi atribuído ao Coro de Câmara dos Pequenos Cantores de Amorim o nome Coro Manuel Giesteira (www.myspace.com/coromanuelgiesteira), agora também com elementos do coro Amorim & Laúndos Ensemble.

Actualmente este projecto existe devido a diversos beneméritos que acreditam no mesmo, a quem não podemos deixar de agradecer, entre os quais a Lipor. Aliás foi com a ajuda destes que foi criado o Coro Infantil de Laúndos (www.myspace.com/coro_infantildelaundos) no dia 28 de Novembro de 2009. Ficam unidas estas duas comunidades paroquiais num mesmo projecto, que tem como objectivos principais através da música trazer a beleza do amor de Deus para as nossas vidas e criar espaço para uma participação activa e alegre das crianças, adolescentes e jovens na vida das suas paróquias. Ligados desde o nascimento à música sacra, procuram por vezes “sair” da igreja, abrindo-se aos mais variados tipos de música.

Neste projecto insere-se o Ciclo Coral-sinfónico de Amorim que em Dezembro de 2009 realizou a sua 2ª edição, uma organização da Paróquia de Amorim, Orquestra do Norte e Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, tendo sido interrompido por falta de apoios.

Colaboram connosco:
Amorim & Laúndos Ensemble, Grupo de Sopros de Amorim e Pequenos Cantores de Amorim - Pedro Nuno Leite;

Coro Infantil de Amorim e Coro Infantil de Laúndos
- Sandra de Castro Bastos, com a colaboração pontual de Marta de Castro Bastos;

Coro Manuel Giesteira
- Liliana Sofia Coelho, com a colaboração pontual ao piano de David Baptista Ferreira.

com o apoio da
 
 
 
Back to content | Back to main menu